CONTRATAÇÃO DIRETA, PREGÃO ELETRÔNICO E SRP – QUESTÕES DO DIA A DIA E POLÊMICAS, COM DESTAQUE PARA OS ENTENDIMENTOS DO TCU

De acordo com a Lei nº 8.666/1993, a Lei nº 13.303/2016 e os Decretos nºs 10.024/2020 e 7.892/2013

25 A 29 / JANEIRO / 2021

O CURSO

Na condução da contratação pública, você se depara com novidades, polêmicas e entendimentos dissonantes, retratados, inclusive, nas decisões das cortes de contas e dos tribunais. Neste Seminário, destacamos três assuntos enfrentados no dia a dia pelos agentes públicos responsáveis pelas contratações públicas e das estatais:

  • as principais hipóteses de dispensa e inexigibilidade;
  • o procedimento do pregão eletrônico de acordo com o Decreto nº 10.024/2019; e
  • a instituição e a gestão do Sistema de Registro de Preços (SRP) de acordo com o Decreto nº 7.982/2013 e alterações posteriores.

Os processos de dispensa e inexigibilidade de licitação sempre geram dúvidas quanto ao adequado enquadramento da hipótese legal, às justificativas e aos documen tos a serem juntados, ou seja, sobre a instrução processual adequada e segura. O tema desperta especia l atenção em razão da fiscalização exercida pelos tribunais de contas nessas contratações.

O Decreto nº 10.024/2019 trouxe significativas alterações no pro cedimento do pregão eletrônico, entre elas: a elaboração do estudo técnico preliminar; o preço máximo sigiloso; a conceituação de bens e serviços comuns, especiais e serviços comuns de engenharia; o envio de documentos de habilitação juntamente à proposta; os modos de disputa diferentes (aberto e aberto e fechado), com impacto na fase de lances e no procedimento; e as regras sobre saneamento.

O SRP é um importante mecanismo para a gestão mais eficiente das contratações públicas, especialmente das compras contínuas. Ele tem sido cada vez mais utilizado por toda a Administração Pública e pelas estatais.

São três temas relevantes no mesmo curso que interessam à Administração e às estatais. Escolhemos os assuntos mais importantes e polêmicos sobre cada um deles para uma abordagem aplicada, com destaque para os entendimentos e as recomendações do TCU e da jurisprudência.

Este Seminário possibilitará que os agentes responsáveis pelas contratações diretas (dispensa e inexigibilidade), pelos pregões e pelo SRP conheçam os entendimentos para alinhar ações que evitem apontamentos e responsabilizações.

IMPORTANTE

São o reiterados os acórdãos do TCU que determinam a obrigação da Administração de instituir plano contínuo para capacitação e atualização dos servidores que atuam na área de licitações e contratos. Nesse sentido, o TCU determinou a “adoção de programa continuado de treinamentos dos profissionais que atuam na área e em outras unidades correlatas, inclusive quanto ao correto uso dos sistemas operacionais aplicáveis;” (Acórdão nº 1.007/2018 – Plenário).

Clique e confira vários precedentes sobre o tema.

A capacitação 100%
online e ao vivo!

ESTA CAPACITAÇÃO PERMITIRÁ A VOCÊ

Conhecer as principais hipóteses de dispensa e inexigibilidade, com ênfase para a motivação, a instrução e o passo a passo do procedimento e os contratos decorrentes de contratação direta.
Compreender aspectos fundamentais do procedimento dos pregões eletrônicos de acordo com o Decreto nº 10.024/2019.
Compreender os aspectos mais relevantes e polêmicos sobre a instituição e a gestão do registro de preços.
Atualizar-se sobre os entendimentos e as orientações do TCU e d a jurisprudência, a fim de tomar decisões mais seguras e prevenir responsabilizações.
Aplicar boas práticas e checklists que facilitarão a condução e a instrução dos procedimentos.

DESTAQUES DO CONTEÚDO

PRINCIPAIS HIPÓTESES DE INEXIGIBILIDADE E DISPENSA DE LICITAÇÃO DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/1993 E A LEI Nº 13.303/2016

  • Responsabilidade dos agentes nas contratações diretas – LINDB e erro grosseiro
  • Contratação relacionada com os objetos sociais e as oportunidades de negócios – Previsão da Lei nº 13.303/2016
  • Novos limites de dispensa previstos na Lei nº 14.065/2020
  • Dispensa pelo valor e parcelamento indevido – Enquadramento
  • Dispensa por emergência – Cabimento de acordo com o inc. IV do art. 24 da Lei nº 8.666/1993 e o inc. XV do art. 29 da Lei nº 13.303/2016 – Responsabilidade de quem deu causa a falhas de planejamento
  • Dispensas com base no art. 4º da Lei nº 13.979/2020 e a gestão desses contratos depois de 31/12/2020
  • Dispensa para a contratação de remanescente nos regimes da Lei nº 8.666/1993 e da Lei nº 13.303/2016
  • Condições para o enquadramento do caput e do inc. I do art. 25 da Lei nº 8.666/1993 e art. 30 da Lei nº 13.303/2016
  • Inexigibilidade e contratação de serviços técnicos profissionais especializados (art. 25, inc. II, da Lei nº 8.666/1993 e art. 30, inc. II, da Lei nº 13.303/2016)
  • Credenciamento – Cabimento e procedimento
  • Instrução e formalização dos processos de dispensa e inexigibil idade – Justificativa do preço e o procedimento previsto na IN nº 73/2020

PREGÃO ELETRÔNICO DE ACORDO COM O DECRETO Nº 10.024/2020

  • Conceito de bens e serviços comuns, especiais e serviços comuns de engenharia – Repercussões práticas e o cabimento do pregão
  • Providências e documentos da fase planejamento de acordo com o novo decreto – Estudos técnicos preliminares e a IN nº 40/2020 e termo de referência
  • Valor estimado sigiloso – Repercussões para o processamento do pregão e a fase de lances – Momento do procedimento deverá ser divulgado
  • Veículos e prazo de publicação do edital de acordo com o novo decreto – Alterações da Medida Provisória nº 896/2019, que alterou a Lei nº 10.520/2002
  • Prazos e processamento do pedido de esclarecimento e de impugnação do edital – Responsável pela resposta – Alterações
  • Envio de documentos de habilitação e proposta no decorrer do prazo de publicidade
  • Modos de disputa: aberto e aberto e fechado – Distinção, cabime nto e fluxo do procedimento
  • Critérios de desempate e o regime de preferências da Lei Complementar nº 123/2016 – Ordem no procedimento
  • Fase de negociação – Cuidados e orientações
  • Procedimentos de verificação – O que envolve essa fase do julgam ento e as repercussões no desenvolvimento do procedimento
  • Fase de saneamento – Procedimento a ser adotado e limites para correções
  • Condução da fase recursal – Competência do pregoeiro e da autoridade – Entendimentos do TCU

SISTEMA DE REGISTO DE PREÇOS DE ACORDO COM O DECRETO Nº 7.892/2013

  • Cabimento do registro de preços – Adoção para serviços contínuos e obras de engenharia – Entendimentos do TCU
  • Instituição e gestão do registro de preços pelas estatais – Regulamentação e condições previstas pela Lei nº 13.303/2016
  • Intenção de Registro de Preços (IRP) – Obrigação ou faculdade – Benefícios e repercussões
  • Licitação para registro de preços – Participação de órgãos e entidades de esferas diferentes – Estatal pode participar de SRP da Administração direta e vice-versa
  • Cadastro de reserva – Procedimento e cautelas
  • Diferença entre a ata e o contrato de registro de preços
  • Utilização da ata de registro de preços por órgãos e entidades não participantes (caronas) – Previsão no edital, cautelas, limites e procedimento para adesão
  • Acréscimo quantitativo do objeto da ata de registro de preços e do contrato

QUEM DEVE PARTICIPAR?

Pregoeiros e membros de equipes de apoio, membros de comissões de licitação, assessores e procuradores jurídicos, advogados, auditores, fiscais e gestor es de contratos, profissionais do departamento de compras e de controles interno e externo e demais agentes públicos envolvidos nos procedimentos de pregão eletrônico, instituição e gestão do SRP e de contratação direta, inclusive nas estatais.

PROGRAMAÇÃO

REALIZAÇÃO

25 a 29 de
Janeiro
2021

CARGA HORÁRIA

15 horas

HORÁRIOS

As 5 aulas
que serão
ministradas
diariamente,
das 15h às 18h.

Sendo
aproximadamente
2h de apresentação
e até 1h para
responder perguntas.

REPLAY

As aulas
poderão ser
assistidas por
até 7 dias após
sua realização.

Conheça os Professores:

Gustavo Henrique Carvalho Schiefler

Advogado. Doutor em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre e graduado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisador visitante no Max-Planck-Institut für Ausländisches und Internationales Privatrecht. Educação Executiva pela Harvard Law School (Program on Negotiation). Integra a equipe de professores e consultores externos da Zênite Informação e Consultoria S.A. Foi secretário-adjunto da Comissão de Licitações e Contratos da OAB/SC. Autor das obras Procedimento de Manifestação de Interesse – PMI (Lumen Juris, 2014) e Diálogos público-privados (no prelo). Coautor da obra Contratação de serviços técnicos especializados por inexigibilidade de licitação pública (Zênite, 2015).

Joel de Menezes Niebuhr

Advogado. Doutor em Direito do Estado pela PUC/SP. Professor de cursos de pós-graduação. Autor de: Licitação pública e contrato administrativo (4. ed., Fórum, 2015); Dispensa e inexigibilidade de licitação pública (4. ed., Fórum, 2015); Pregão presencial e eletrônico (7. ed., Fórum, 2015); Registro de preços: aspectos práticos e jurídicos (2. ed., Fórum, 2013); O novo regime constitucional das medidas provisórias (Dialética, 2001); e Princípio da isonomia na licitação pública (Obra Jurídica, 2000).

Ricardo Alexandre Sampaio

Advogado. Consultor na área de licitações e contratos. Foi Diretor Técnico da Consultoria Zênite. Integrante da Equipe de Redação da Revista Zênite ILC - Informativo de Licitações e Contratos e da Equipe de Consultores Zênite. Colaborador da obra Lei de licitações e contratos anotada (6. ed. Zênite, 2005). Autor de diversos artigos jurídicos.

Para o bom o funcionamento da plataforma, recomendamos as seguintes especificações técnicas mínimas:

Computador:
Processador i3 3Ghz Dual Core
4Gb RAM
Internet de 5MBs (de preferência por cabo)

Browser:
Google Chrome, preferencialmente

Banda ideal:
Inbound participante: 3 mbps


IMPORTANTE:
Se essas especificações não forem atendidas, a qualidade do recebimento da transmissão do curso (áudio e vídeo) poderá ficar prejudicada.

Investimento - R$ 1.690,00 / participante

Inclui:

Lei Digital: Lei de licitações e contratos administrativos e legislação correlata sobre contratação pública

Apostila digital específica do curso

Certificado

* O certificado será enviado pelo e-mail indicado na inscrição até 15 dias após o término do curso (última aula). O percentual da frequência que constará do certificado será calculado de acordo com presença nas aulas on line (ao vivo) verificada pelo acesso pelo login e senha no sistema por inscrição/aluno.

* Cada senha de acesso à sala virtual dá direito a um único acesso e certificação. A senha não deve ser compartilhada.

* É vedada a captação de som ou imagem das aulas, bem como o seu compartilhamento por qualquer meio ou mídia.

* A ZÊNITE reserva–se o direito de cancelar unilateralmente a realização do curso ou ainda reagendar data/horários de realização comprometendo–se a informar antecipadamente os inscritos, o que não caracterizará infração administrativa ou civil, ficando isenta de qualquer sanção, indenização ou reparação (material e moral).

Pagamento

O pagamento da inscrição deverá ser efetuado em nome de ZÊNITE INFORMAÇÃO E CONSULTORIA S.A., CNPJ 86.781.069/0001-15.

Envio de Nota de Empenho/Ordem de Serviço ou Autorização de Fornecimento, com posterior pagamento em uma das contas bancárias indicadas:

Banco do Brasil - Ag. 3041-4 • c/c 84229-X

Caixa Econômica - Ag. 1525-3 • c/c 1566-2

Banco Santander - Ag. 3837 • c/c 130017258

Banco Itaú - Ag. 3833 • c/c 63040-7

Banco Bradesco Ag. 2559 • c/c 26622-1

OBSERVAÇÃO: Para o mercado privado, outras opções de pagamento estarão disponíveis, como:

Boleto / Transferência bancária / Depósito

Interessado?

Baixar conteúdo

Acesse o conteúdo completo do evento.

Indicar um amigo

Conhece alguém a quem possa interessar?

Baixar Proposta

Agilize o processo de contratação.

Fazer inscrição

Cadastre-se e reserve a sua vaga.

/
/
/